O mercado global de rádio deve crescer

Segundo o relatório Radio Advertising Global Market Report 2022, o mercado global de rádio deve crescer de US$ 18,34 bilhões em 2021 para US$ 19,58 bilhões em 2022 a uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 6,8%. O crescimento se deve principalmente às empresas reorganizando suas operações e se recuperando do impacto do COVID-19, que anteriormente levou a medidas restritivas de contenção envolvendo distanciamento social, trabalho remoto e fechamento de atividades comerciais que resultaram em desafios operacionais. Para 2026 espera-se que este mercado atinja US$ 23,43 bilhões, com um CAGR de 4,6%.

O mercado de publicidade radiofónica consiste na venda de serviços publicitários e bens conexos por entidades (organizações, empresários em nome individual e parcerias) que planejam, desenvolvem, criam e gerem atividades publicitárias e promocionais na rádio. Estão incluídos apenas bens e serviços comercializados entre entidades ou vendidos a consumidores finais.

Os principais tipos de publicidade de rádio são publicidade de rádio tradicional, publicidade de transmissão de rádio terrestre, publicidade on-line de rádio terrestre e publicidade de rádio via satélite. A publicidade de rádio tradicional compra comerciais de rádio para promover produtos ou serviços.

Os anunciantes pagam às estações de rádio comerciais pelo tempo de antena e a estação de rádio, por sua vez, transmite o comercial do anunciante para seus ouvintes. Os serviços são usados ​​pelo setor  bancário, serviços financeiros, seguros, bens de consumo e varejo, governo e setor público, TI e telecomunicações, saúde e mídia.

As regiões cobertas neste relatório são Ásia-Pacífico, Europa Ocidental, Europa Oriental, América do Norte, América do Sul, Oriente Médio e África, e os pesquisadores esperam que os investimentos em publicidade pelas grandes e pequenas empresas venham a impulsionar a demanda pelo mercado de publicidade em rádio. O motivo: o seu seu alto custo-benefício.

O rádio digital cresce

O rádio digital está ganhando popularidade no mercado de publicidade porque ele oferece aos usuários maior eficiência espectral e pode ser ouvido em todas as plataformas, além do tradicional dial, abrindo novas oportunidades de investimentos em mídia e de acesso ao públicos além da área da antena.

Por exemplo, de acordo com dados da Radio Joint Audience Research Limited (RAJAR) publicados em outubro de 2021, a escuta digital no Reino Unido aumentou para 65,8%. O DAB (Digital Audio Broadcasting) é agora a plataforma de escuta de rádio mais popular, respondendo por 43% de toda a cobertura de rádio em comparação com 34,2% para AM/FM. Além disso, se métodos de modulação digital que exigem transmissores e receptores mais complexos forem usados, mais informações podem ser transmitidas em comparação com os esquemas tradicionais de modulação analógica.

As empresas estão analisando modelos de negócios alternativos e avaliando tecnologias emergentes inovadoras, como exibição programática online e vídeo móvel, que fornecem aos consumidores acesso instantâneo ao conteúdo, distanciamento, restrições de contenção e fechamento de indústrias e outras atividades sociais.

Os países abrangidos no mercado de publicidade em rádio são Austrália, Brasil, China, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Japão, Rússia, Coreia do Sul, Reino Unido e EUA.


Fonte: https://finance.yahoo.com/news/radio-advertising-global-market-report-092700776.html


Confira também: